POMBAL

POMBAL
BANDEIRA DA CIDADE DE POMBAL

POMBAL

POMBAL
VISTA A PARTIR DO CASTELO DE POMBAL DO LADO NOROESTE DA CIADE.

UM POUCO DA MINHA TERRA

UM POUCO DA MINHA TERRA
Vista da parte Oeste da cidade com a Zona Industrial ao fundo

UM POUCO DA MINHA TERRA - (POMBAL)

UM POUCO DA MINHA TERRA  - (POMBAL)
Vista aérea da parte Sul de Pombal.

UM POUCO DA MINHA TERRA. (POMBAL)

UM POUCO DA MINHA TERRA. (POMBAL)
Vista aérea da parte centro-este de Pombal

UM POUCO DA MINHA TERRA. (Pombal)

UM POUCO DA MINHA  TERRA. (Pombal)
Museu Marquês de Pombal (Antiga Cadeia)

UM POUCO DA MINHA TERRA (POMBAL)

UM POUCO DA MINHA TERRA (POMBAL)
Pombal shopping

sexta-feira, 5 de março de 2010

À DERIVA


À  DERIVA

Como um barco à deriva
Neste imenso mar de amor
Onde rasgo minhas velas
Apaziguando este coração sofredor.

Como um barco à deriva
Navegando neste oceano revolto
Onde te adoro e me solto
Sendo tu sol na minha vida.

Como um barco à deriva
Sem porto para atracar
Onde minha alma ficou rendida
Que alegria tamanha  te poder beijar.

Como  um barco à deriva
Numa noite prometida
Neste mar que bate contra o cais
........onde te esquecerei jamais .


Norberto Marques

2 comentários:

DREAMS disse...

Ola Norberto,

Nao es o unico a deriva :-)
As vezes e dificil esquecer quem se ama de verdade, pk na maioria dos casos essa pessoa ensinou-nos a amar, mas nao nos ensinou a esquecer :-(
Amigo da tempo ao tempo e essa ferida ira curar-se :-)

Forca e coragem
Beijocas

Norberto Marques disse...

Olá Anocas :)

Concordo contigo, devía-mos ter um botão ON/OFF, para podermos desligar quando fosse necessário e então sermos isentos de sentimentos, assim não haveria qualquer tipo de sofrimento. Tudo de bom para ti também. Boa semana :)

Beijoca

Norberto