POMBAL

POMBAL
BANDEIRA DA CIDADE DE POMBAL

POMBAL

POMBAL
VISTA A PARTIR DO CASTELO DE POMBAL DO LADO NOROESTE DA CIADE.

UM POUCO DA MINHA TERRA

UM POUCO DA MINHA TERRA
Vista da parte Oeste da cidade com a Zona Industrial ao fundo

UM POUCO DA MINHA TERRA - (POMBAL)

UM POUCO DA MINHA TERRA  - (POMBAL)
Vista aérea da parte Sul de Pombal.

UM POUCO DA MINHA TERRA. (POMBAL)

UM POUCO DA MINHA TERRA. (POMBAL)
Vista aérea da parte centro-este de Pombal

UM POUCO DA MINHA TERRA. (Pombal)

UM POUCO DA MINHA  TERRA. (Pombal)
Museu Marquês de Pombal (Antiga Cadeia)

UM POUCO DA MINHA TERRA (POMBAL)

UM POUCO DA MINHA TERRA (POMBAL)
Pombal shopping

terça-feira, 28 de julho de 2009

SAUDADE

SAUDADE


Hoje sou saudade
Outrora, amor que não vivi
Prolongo este meu gesto, sem beijar teu corpo
Eu próprio, sou aquilo que perdi
Imponente, a tarde desce ao querer saber de ti
Antes meu amor por ti, uma metáfora fosse
Ó negro luar, reflectido nos juncais
Não podendo eu prender-te mais
Minha jóia rara, teu doce movimento me extasia
Teu vulto saciante, passa e esquece
Ah, se um dia eu te beijasse
Estas trémulas mãos acariciando tua face
E beijando-te, um raio de sol descesse
Para que esta dôr passasse
Longe vão meus tempos de meninice
E eu, a felicidade encontrasse
Tamanha alegria, efémera paixão
Ao ver-te, eu para ti sorrisse
Poder sair desta tão dolorosa solidão
Queria viver eternamente
Amar-te consciente e inconscientemente
Para poder prender esse tão lindo gesto
Perder-te...... de novo ter-te.... e o sonho é o resto !!!


Norberto Marques

9 comentários:

Francisco Vieira disse...

Temos poeta :-)
Continua, Norberto. A poesia é o desabafo que nos purifica a alma e nos alivia.

"... e o sonho é o resto !!!"
O sonho não é o resto. O sonho é o principio, é tudo!

Um abraco apertado que te toque o coracão e te conforte.

Francisco

lusibero disse...

Norberto, não sei porquê, mas lembrei-me de Garrett,nos poemas de "Folhas caídas"que, como sabes, são (foram!)dedicados à Viscondessa da Luz...Gosto do Período Romântico!
Lembras-te daquela canção brasileira que diz :"SAUDADE palavra triste /quando se perde um grande amor/ na estrada longa da vida /eu vou chorando a minha dor...

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Temos um romântico. Eu também sou assim :)

Rosan disse...

Oi Norberto.
Conheço a saudadde da perda do amor.
Conheço a solidão também.
Nós tetamos nos acostumar com sua companhia, mas...jamais me acostumarei....
Lindo poema...
Um beijo.

Graça Pereira disse...

Ao passar por aqui, a poesia prendeu-me e não me deixou mais andar, sem dúvida nenhuma, resolvi ficar. Graça

Maria Ribeiro disse...

Então, meu amigo, desmoralizou? Por onde anda?
Temos saudades suas...
BEIJO de lusibero

ellen disse...

Bonito poema sobre 'saudade'! Saudade é vida porque nos lembra o passado :)

Cheguei ao seu Blog pela Graça e votlarei com mais tempo para ler os seus postes.

Beijinho para si

Francisco Vieira disse...

Precisas que te acenda a fogueira debaixo das botas???

Norberto Marques disse...

Olá Francisco !

Penso que não é necessário..LOL.. mas concordo que está difícil de aquecer...LOL

Fica bem.

Aquele abraço