POMBAL

POMBAL
BANDEIRA DA CIDADE DE POMBAL

POMBAL

POMBAL
VISTA A PARTIR DO CASTELO DE POMBAL DO LADO NOROESTE DA CIADE.

UM POUCO DA MINHA TERRA

UM POUCO DA MINHA TERRA
Vista da parte Oeste da cidade com a Zona Industrial ao fundo

UM POUCO DA MINHA TERRA - (POMBAL)

UM POUCO DA MINHA TERRA  - (POMBAL)
Vista aérea da parte Sul de Pombal.

UM POUCO DA MINHA TERRA. (POMBAL)

UM POUCO DA MINHA TERRA. (POMBAL)
Vista aérea da parte centro-este de Pombal

UM POUCO DA MINHA TERRA. (Pombal)

UM POUCO DA MINHA  TERRA. (Pombal)
Museu Marquês de Pombal (Antiga Cadeia)

UM POUCO DA MINHA TERRA (POMBAL)

UM POUCO DA MINHA TERRA (POMBAL)
Pombal shopping

terça-feira, 21 de julho de 2009

MEU NOVO CAMINHO



Iniciei contigo este meu novo caminho
Tentando em teus braços o aconchego de um ninho
Vagueei... Sonhei... Perdi-me...
Eu que desatento estava
Pensei que conhecia esta nova estrada
Esta eterna caminhada
Em cada paragem, o teu rosto...uma miragem
Não antevi esta dura viagem
Enveredei por atalhos que nem sei
E pensei não resistir, em desistir
Insistir novamente, persistir
Ir e vir, mas sempre...prosseguir
Continuar confiando... ir tentando
Sempre com a sorte me guiando
Noite e dia , sem em nada tropeçar
Sem nada que tirasse a minha coragem
Nem a minha vontade
Sempre procurando a verdade
Grandes passos, novos compassos
Um fim e um começo...recomeço
Reconheço...será que mereço ?
A distância que não meço
Não fixo o endereço,
Somente o apreço e sigo em frente
Para minha eterna busca...
Alegria, mar aberto, rosto descoberto
Incerteza do que é certo... acerto !!!
Não quero desacerto, antes um sorriso franco
Tudo enfrento neste meu novo trajecto
Desperto...estarei perto ?
Sigo e prossigo com coragem e bravura
Esta saudável loucura
Nesta louca desventura de continuar
.........este meu novo caminho.


Norberto Marques

3 comentários:

Francisco Vieira disse...

Muito me satisfaz esse teu propósito.

Não pode haver vivido a felicidade
Aquele que não sabe o que é a dor
Jamais sentiu, nem sentirá saudade
Quem na vida não teve um grande amor

Mas a vida continua...

Um abraço do tamanho do mundo
Francisco

Maria Ribeiro disse...

Já tinha posto o teu blog nos meus favoritos! Desculpa esta patarequice!
Quanto ao poema...Lindo, sentido;demonstra vivências e vontade de, como todos nós, chegar mais além...
Abraço de lusibero

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Apesare de pessoalmente gostar mais da prosa ao verso, está, efectivamente excelente :)