POMBAL

POMBAL
BANDEIRA DA CIDADE DE POMBAL

POMBAL

POMBAL
VISTA A PARTIR DO CASTELO DE POMBAL DO LADO NOROESTE DA CIADE.

UM POUCO DA MINHA TERRA

UM POUCO DA MINHA TERRA
Vista da parte Oeste da cidade com a Zona Industrial ao fundo

UM POUCO DA MINHA TERRA - (POMBAL)

UM POUCO DA MINHA TERRA  - (POMBAL)
Vista aérea da parte Sul de Pombal.

UM POUCO DA MINHA TERRA. (POMBAL)

UM POUCO DA MINHA TERRA. (POMBAL)
Vista aérea da parte centro-este de Pombal

UM POUCO DA MINHA TERRA. (Pombal)

UM POUCO DA MINHA  TERRA. (Pombal)
Museu Marquês de Pombal (Antiga Cadeia)

UM POUCO DA MINHA TERRA (POMBAL)

UM POUCO DA MINHA TERRA (POMBAL)
Pombal shopping

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

TU



TU  


Manhã de neblina,
Minha alma franzina,
Fogo do meu corpo,
Que me mantém absorto,
Tua boca de alperce,
Na minha, que perece,
Minha aurora dourada,
Onde minha alma sossegada,
Se revolta e engrandece,
Minha estrela cintilante,
Que ilumina este momento distante,
Meu farol ao anoitecer,
Razão do meu viver,
Despertar deste meu sofrer,
Meu girassol aos molhos,
Onde se perderam os meus olhos,
Meu sol ardente,
Envolvido em luz tremente,
Lentamente, lentamente,
Tão somente.....
.............................tu !




Norberto Marques





16 comentários:

Rê Cicca disse...

Norberto é um apaixonado....e escreve lindamente!
Passei prá deixar um abraço e os votos de uma excelente semana!!!

Graça Pereira disse...

O Amor, é sempre bonito...aconteça o que acontecer. Um beijo Graça

Rosan disse...

Ame sempre, antes de alguém a ti mesmo, seja teu sol, seja tua felicidade....depois se aparecer uma princesa, divida o sol, o amor, a felicidade.
Gosto muito do teu jeito de escrever.
Beijo.

ellen disse...

Norberto,
lindo e com muita sensibilidade este poema!!! Gostei.

Beijinho para si

Norberto Marques disse...

Olá Rê Cicca :)

Talvez por me ter apaixonado,agora esteja a pagar um preço demasiado alto, mas a vida é mesmo assim...
Bom fim de semana....Beijinho

Norberto

Norberto Marques disse...

Olá Graça :)

Concordo amiga, o amor é bonito, é tão bonito que quando acaba nos deixa destroçados, mas o importante é levantarmo-nos depois da queda..

Beijinho ... Norberto

Norberto Marques disse...

Olá Rosan :)

Sim amiga, para podermos gostar de alguém , temos antes de tudo gostar de nós próprios, para então depois podermos amar... e o sol brilhará novamente.

Beijinho.... Norberto

Norberto Marques disse...

Olá Helen :)

Obrigado amiga... nem sempre é como nós queremos... tem dias..LOL.

Beijinho....Norberto

Z.A. Feitosa disse...

Obrigado muito, Norberto, pelas palavras amigas. Saudações e bênçãos do Brasil. Z.A. Feitosa (www.feitosa.net)

Norberto Marques disse...

Tenho todo o gosto em tê-lo aqui no meu "cantinho".Passe sempre que desejar.
Abraço, amigo Feitosa.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Pude ver a cor, o dourado, a explosão do amarelo, desse amor floral e viril.
bjs daqui, do outro lado da praia.

Norberto Marques disse...

Olá walkyria !!!

Posso dizer-lhe que foi uma paixão que me deixou de rastos, mas a pouco e pouco vou recuperando... Obrigado pela visita.

Boa semana...beijo

Norberto

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Ah, eu gosto disso, tanto! Leio uma coisa, outra, e volto aqui, nessa explosão amarela.

Norberto Marques disse...

Amiga Wal, é sempre bom tê-la de volta ao meu cantinho...!!!
Venha sempre que desejar...

Rápidas melhoras

Beijo........Norberto

Mari disse...

A forma como te expressas... num ritmo a bater na gente com muita sensibilidade.
Adorei conhecer teu blog... passarei outras vezes por cá.
Ahhh... isto de "mal de amor"... pergunto-me: como um sentimento tão lindo pode doer tanto? E afinal há tanta gente no mesmo barco... Não que sirva de consolo (é preciso sentir para não o desejar a outra pessoa), mas é que não nos sentimos abandonada de todo...
Porém, nada como um dia após o outro!
Beijinho. Cuida bem de ti.

Norberto Marques disse...

Olá Mari :)


Bem vinda ao meu cantinho, onde espero se sinta bem. As suas palavras são sábias !!! Como um sentimento como o amor pode doer tanto ??? A verdade é que dói e dói muito...Também concordo consigo quando diz, "nada como um dia atrás do outro". Gostei de a ter por cá, volte sempre que desejar, as portas estão abertas.
Um beijinho
Norberto